segunda-feira, 10 de outubro de 2011

Anvisa oficializa restrições à sibutramina e veto a emagrecedores

Anvisa oficializa restrições à sibutramina e veto a emagrecedores

Comercialização de anfepramona, femproporex e mazindol foi vetada.
Uso da sibutramina deve ser realizado pelo prazo máximo de dois anos.


O governo federal oficializou nesta segunda-feira (10) a decisão da diretoria colegiada da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), que decidiu manter a comercialização e o registro da sibutramina e proibir a comercialização de três outros inibidores de apetite feitos a base de anfetamina: a anfepramona, o femproporex e o mazindol.
G1 faz chat nesta segunda sobre emagrecedores
De acordo com a resolução publicada no "Diário Oficial da União", medicamentos ou fórmulas que contenham sibutramina não poderão ser receitados com dose diária acima de 15 mg/dia (quinze miligramas por dia). Na publicação, a Anvisa apresentou o modelo do termo de responsabilidade que deve ser preenchido pelo médico que recomenda o uso da sibutramina.
No anexo, a Anvisa alerta que o medicamento deve ser utilizado como parte de um programa de gerenciamento de peso para pacientes obesos com índice de massa corpórea (IMC) maior ou igual a 30 kg/m2 (trinta quilogramas por metro quadrado), num prazo máximo de dois anos. O texto aponta que o uso deve ser acompanhado por um programa de reeducação alimentar e atividade física.

10/10/2011 07h50 - Atualizado em 10/10/2011 07h54
Do G1, em São Paulo

Nenhum comentário:

Postar um comentário